Clima esquenta e chefão do PSG manda recado para Neymar

O garoto Neymar foi o foco da fala do presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi. Em entrevista recente o CEO comentou sobre o caso do brasileiro e alertou para o cisma de celebridade no clube. Para o dirigente, quem não estiver comprometido está convidado a sair.

‘Ciao’, Neymar

A entrevista do CEO do PSG, Nasser Al-Khelaifi, revelou o que alguns jornalistas já esperavam. O clima dentro do clube francês é de insatisfação com todos os episódios recentes envolvendo o brasileiro Neymar. Em um depoimento recente o CEO do Paris Saint-Germain comentou sobre o ocorrido. E salientou que quer comprometimento com o projeto por parte dos atletas.

“Eu quero que os jogadores estejam comprometidos a dar tudo pela camisa, pelo clube e participem do projeto.” – disse Nasser. “Quem não quiser isso, ou não entende, então vamos sentar e conversar.” – disse o dirigente. Neymar vem sendo bem criticado por sua postura extra campo. O brasileiro se envolveu em uma briga com um torcedor no final da Copa da França e em uma acusação de estupro.

Al-Khelaifi

“É claro que há contratos que precisam ser respeitados.” – comentou Al-Khelaifi, salientando o compromisso jurídico com os atletas. Mas o dirigente deixou clara a postura frente a situação de Neymar. “A prioridade agora é o engajamento com o projeto. Ninguém forçou ele a assinar conosco. Ninguém obrigou ele a isso. Ele sabia disso quando aceitou fazer parte do projeto.”  – disse Nasser.

Após essas críticas a probabilidade do brasileiro deixar o Paris Saint-Germain ficou ainda mais alta. A insatisfação dos dirigentes pelos problemas envolvendo o atleta começou a ficar evidente. Enquanto um jogador do Brasil pode deixar o PSG, um ex-jogador assumiu recentemente como diretor de futebol. Leonardo, aos 49 anos, volta ao clube francês, mas agora para atuar na parte diretiva.

Leonardo é o novo diretor de futebol do PSG

Enquanto a situação parece estar bem desfavorável para Neymar, um outro brasileiro ganhou as manchetes do PSG. O brasileiro Leonardo é o novo diretor de futebol do clube francês. Aos 49 anos, o ex-jogador chega para assumir um grande desafio. “Estou feliz de voltar ao Paris Saint-Germain novamente. Esse clube foi muito importante para mim em toda a minha carreira como atleta e em minha vida.” – disse Leonardo.

“Hoje volto com muita energia para fazer parte desse clube que eu respeito profundamente.” – completou Leonardo. Para Nasser, CEO do clube francês, a troca foi positiva e já era esperada. “A ideia de substituir Henrique por Leonardo não veio da noite para o dia.” – comentou o presidente do PSG. “Chegou a hora de mudar. Em determinado momento, todos os clubes precisam de um novo ímpeto.” – completou Al-Khelaifi.

Ainda sobre o tema do respeito em campo, o CEO do PSG comentou que a volta de Leonardo é essencial para a recuperação de disciplina dos atletas. “Precisamos da disciplina novamente no elenco. Caso um jogador erre, o Leo vai se certificar que o clube está acima dele.” – comentou Nasser, remetendo aos episódios que ocorreram recentemente com Neymar.

“Os jogadores terão ainda mais responsabilidade. Quero que os nossos atletas estejam orgulhosos de usar nossa camisa e não somente joguem porque veste bem neles.” – concluiu Nasser. Enquanto a situação segue incerta no PSG, outros clubes estão organizando-se para o início de temporada. Nesse meio tempo, as apostas em futebol estão abertas em Unibet, aproveite para dar o seu palpite.