Scaloni anuncia convocados para quebrar jejum de 26 anos

Treinador da Seleção Argentina de futebol masculino anunciou nesta terça-feira (21) o nome dos atletas que integrarão o elenco argentino na Copa América 2019. Nomes como Messi, Di María e Aguero estão confirmados para a disputa continental.

Argentinos tentam se igualar a uruguaios

Depois da eliminação na Copa do Mundo de 2018, a Seleção Argentina de futebol masculino voltará aos campos para disputar uma competição oficial. Dessa vez os jogos serão no Brasil, e válidos pela 46ª edição da Copa América. Os argentinos estão apenas atrás do Uruguai em termos de títulos conquistados desse torneio. Pois os uruguaios foram campeões 15 vezes, enquanto seus vizinhos 14.

Caso conquiste a Copa América 2019, a Argentina empatará com o Uruguai em termos de títulos conquistados. Além disso, terá ainda mais distância do terceiro lugar, Brasil. Os brasileiros têm 8 taças conquistadas. A última vez que os argentinos venceram a competição foi em 1993. Já os brasileiros conquistaram a taça continental em 2007, na Venezuela, justamente em cima de seus maiores rivais.

Craque argentino em jogo pela Copa do Mundo da Rússia em 2018 – Alizada Studios / Shutterstock.com

Da última vez que a Copa América foi realizada no Brasil os brasileiros foram os campeões. E a Argentina ficou apenas com o terceiro lugar. Mas os argentinos têm do seu lado uma estatística difícil de mudar. Foram eles que aplicaram as duas maiores goleadas na história das edições do torneio americano. No dia 22 de janeiro de 1942 a Asociación del Fútbol Argetino venceu o Equador por 12 a 0 em Montevidéu. E em 10 de agosto de 1975 a Venezuela foi a vítima, levando 11 gols dos seus adversários.

Foi olhando essas estatísticas positivas que o treinador da Argentina, Lionel Scaloni, anunciou a convocação dos seus atletas para disputar a Copa América defendendo a camisa azurra. Dentre os 23 jogadores notou-se a falta de Kannemann, jogador do Grêmio, lesionado. E o atleta da Inter de Milão, Icardi, também ficou de fora da lista dos convocados pelo técnico argentino.

Aguero retorna ao grupo

Alguns jogadores eram dado como certos na lista de Scaloni. Dentre eles o grande artilheiro do Barcelona, Lionel Messi. Com 49 jogos disputados defendendo a camisa do seu clube, A Pulga, como é conhecido entre os torcedores argentinos, marcou 50 gols. Uma média incrível de mais de um gol por partida. E o treinador argentino espera que o astro da azurra consiga ajudar a criar oportunidades para o ataque.

Além de Messi os outros convocados foram: Acuña do Sporting de Portugal, Aguero e Otamendi do Manchester City, Andrada do Boca Juniors, Suárez, Palacios, Armani e Casco do River Plate, De Paul da Udinese, Di María e Paredes do PSG, Dybala da Juventus, Foyth do Tottenham, Funes do Villarreal, Lo Celso do Betis, Marchesín e Rodríguez do América, Martínes da Internazionale, Pereyra do Watford, Pezzella da Fiorentina, Saravia do Racing e Tagliafico do Ajax.

A volta de Kun Aguero ao time argentino é considerado algo importante para Scaloni. O atacante do Manchester City vem em grande fase. Pela temporada passada, defendendo a camisa do clube inglês, foram 32 gols marcados em 46 jogos. E é de um atacante com presença na área que o treinador argentino está precisando. A estreia da Seleção Argentina de futebol masculino na Copa América será no dia 15 de junho de 2019, a partir das 19 horas, horário de Brasília.

Os argentinos enfrentarão a Colômbia na Arena Fonte Nova. E há grande expectativa para o confronto entre as duas seleções. Além dos colombianos, os argentinos ainda têm no Grupo B o Paraguai e o Catar. Aproveite para acompanhar todas as movimentações para um dos principais torneios de futebol do continente americano. O time de Scaloni enfrentará a Nicarágua no dia 7 de junho de 2019 a partir das 21 horas, horário de Brasília. E no site Betsson as apostas estão abertas para os amistosos pré-Copa América.