Abel cai e Cuca pode ser o próximo

O pedido de demissão de Abel Braga já era algo que os especialista do futebol previam. O ex-treinador do Flamengo foi desligado do clube após solicitação pessoal. E, com a eliminação na Copa do Brasil, o São Paulo também poderá ter troca de técnico, caso as coisas não melhorem para o Tricolor Paulista.

Abel elogia elenco e critica ‘covardia e articulações’

A demissão de Abel Braga do comando técnico do Flamengo foi oficializada pela diretoria do Rubro-negro carioca na última quarta-feira (29). E, logo após ser anunciada a saída do ex-treinador, Abel emitiu uma nota explicando a sua decisão. Mas o que chamou mais a atenção nas palavras do ex-técnico foram as comentários sobre possíveis articulações que atrapalharam seu trabalho.

“Jamais estive preparado para covardias e articulações. O que não suporto é traição.” – comentou Abel por meio de uma nota oficial divulgada também na quarta-feira (29). A situação no Flamengo não era das melhores para o ex-treinador. Aparentemente havia desavenças entre a forma de trabalho de Braga e os objetivos da diretoria. Além disso, a torcida Rubro-negra também não estava contente e havia vandalizado os muros do centro de treinamento do time.

Abel Braga – CP DC Press / Shutterstock.com

Abel destacou, por outro lado, a qualidade do elenco do Flamengo. “Jamais vou esquecer esse grupo, competitivo e dedicado ao extremo.” – destacou Braga. “São homens de caráter, prontos para conquistar grandes títulos esse ano.” – continuou o ex-treinador do Rubro-negro. A campanha do clube carioca realmente não era das piores. O time conseguiu classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores e venceu o Corinthians no primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil.

Mesmo assim, a pressão não foi suportada por Abel, que deixou o cargo. Em entrevista após a demissão, Braga comentou que não gostou dos últimos acontecimentos no clube carioca. “É meu caráter, minha forma de ser. Não ganhei 27 títulos por acaso, na cara ou coroa.” – comentou o ex-treinador. “Saio na hora que eu quero, me manda embora a hora que quiser.” – finalizou o ex-técnico do Flamengo.

São Paulo é eliminado e Cuca fica pressionado

O São Paulo enfrentou o Bahia na última quarta-feira (29). O Tricolor Paulista precisava vencer o confronto por 2 gols de diferença para se classificar para a próxima fase da Copa do Brasil. Os baianos venceram a partida no Morumbi por 1 a 0, e pressionaram a equipe de Cuca a conseguir reverter a situação fora de casa. E o time de Roger Machado acabou levando a melhor.

O único gol do jogo foi marcado por Ernando aos 9 do segundo tempo. O São Paulo chegou a criar boas oportunidades e acertou uma bola no travessão do goleiro do Bahia. Mas em um contra-ataque rápido, o zagueiro do time baiano apareceu como elemento surpresa. O camisa 14 mostrou oportunismo e tocou na saída de Tiago Volpi, abrindo o placar na Arena Fonte Nova.

Com a derrota o São Paulo fica somente com o Campeonato Brasileiro Série A para disputar ao longo deste ano. O clube paulista foi eliminado na Copa Libertadores e também na Copa do Brasil, além de perder o título do Paulistão 2019. Os resultados recentes fizeram com que Cuca comentasse sobre as alterações no elenco. E o treinador do Tricolor Paulista disse que alguns atletas possivelmente serão dispensados, mas não se eximiu da culpa.

“O culpado maior sou eu que escalo o time. O time está há 4 jogos sem fazer gols, 3 derrotas seguidas.” – comentou Cuca. “A culpa é do treinador. Sou eu que não consegui fazer a equipe jogar o suficiente para vencer nessas últimas partidas.” – disse o treinador do São Paulo. O próximo jogo do Tricolor Paulista será pela Série A. Aproveite para apostar em futebol pelo site Rivalo.