Diego Alves comenta polêmica e futuro no Flamengo

O goleiro do Flamengo, Diego Alves, comentou a recente polêmica envolvendo-o e o ex-treinador do clube carioca, Dorival Júnior. Para o goleiro, tudo foi interesse da antiga diretoria rubro-negra para tirar a atenção da venda de Lucas Paquetá ao Milan. O meia brasileiro recentemente chegou ao clube italiano, e iniciará os treinos na segunda-feira (7).

Coletiva de críticas

Na última sexta-feira (4), Diego Alves comentou sobre a polêmica envolvendo Dorival Júnior. Naquele momento, o goleiro teria sido afastado da viagem de um dos jogos do clube, pois não teria aceitado ser reserva. No início da coletiva ele deixou claro que o interesse de ir para o Flamengo foi dele. “A decisão de vir para o Flamengo foi minha. Conquistei sempre as coisas dentro de campo. E quanto surgiu a possibilidade vir para o Flamengo […], eu consegui tratar com o máximo respeito e verdade. Isso, pra mim, fez com que eu tomasse a decisão de vir para o Flamengo.” – comentou Diego. “Eu estou aqui porque eu quero. Não para cumprir contrato. Estou aqui para ganhar títulos.” – completou o atleta. Diego ainda disse que Abel Braga, novo treinador do Flamengo, deixou clara a intenção de buscar ser campeão de competições ao longo do ano. Isso, segundo Alves, seria um diferencial para que o goleiro procurasse continuar no elenco do rubro-negro. Quando questionado sobre a possibilidade de ter deixado de viajar pelo fato de ser reserva, o jogador explicou em detalhes o ocorrido. “Nunca recusei uma viagem. Nem passei por uma situação como a do ano passado (2018).” – disse Diego. O goleiro ainda comentou sobre as informações privilegiadas, e como a informação pode ser distorcida pelos meios de comunicação.

Diego Alves – CP DC Press / Shutterstock.com

Por três meses, Diego Alves ficou sem falar com a imprensa. Ele deixou claro que não teve problemas com seus companheiros de clube. O goleiro do rubro-negro disse que foi criticado por algo que alguém falou, sem nem saber direito se o fato era verdade ou não, antes de efetuar a crítica. O fato de ter mudado a diretoria, e a entrada de Abel Braga, trouxeram a confiança que o goleiro precisava para dar continuidade ao seu trabalho no Flamengo. Mesmo com a possibilidade de ser reserva, o goleiro mostrou-se confiante. “Em nenhum momento quero assegurar minha titularidade. Na Europa sempre tivemos revezamento de goleiros, e nunca tive problemas” – disse o atleta. Sem citar nomes, Diego disse que tentaram denegrir a imagem dele. E que, conversando com Dorival, o atleta sabia quem tinha criado toda a situação polêmica durante o final da temporada do ano passado. “Confio nesse projeto, no Abel, em todos que estão aqui. Quero trabalhar com alegria” – disse Alves.

Possível saída do Flamengo

Diego comentou sobre o interesse de outros clubes, mas deixou claro que o desejo dele de ir ao Flamengo sempre partiu de si mesmo. “Eu tinha que resolver essa situação internamente com o Marcos [diretor]” – disse Alves. “Nós conversamos, depois falei com Abel, expliquei a situação.” – completou o guarda redes. Quanto a gestão do ano anterior, Diego deixou claro que o clube passou por uma má administração. Mas que agora crê que o futuro do time carioca seja positivo. Isso principalmente devido a Abel Braga. Segundo Alves, o caráter e a qualidade do treinador são bons diferenciais para possíveis títulos em 2019. Os jornalistas também questionaram Diego sobre os títulos que são esperados para 2019. O goleiro deixou claro que não poderia citar nomes, e comprometer-se com determinados campeonatos. Mas que a meta é fazer com que o Flamengo saia vitorioso da grande maioria das competições.