United consegue o impossível e se classifica na Liga dos Campeões

O Manchester United venceu o Paris Saint-Germain por 3 a 1 em pleno Parc des Princes, estádio do PSG. Com a vitória, o clube inglês garantiu vaga na próxima fase da Liga dos Campeões da Europa. Restou ao time de Neymar se lamentar pela derrota em casa, e focar os esforços na Ligue 1. Enfim, Solskjaer pode comemorar um feito histórico, pois venceu sem seu time titular em campo.

Mesmo com desfalques United faz história

Se a disputa fosse em número de desfalques para a partida, o Manchester United seria o vencedor antes mesmo do jogo começar. O treinador Solskjaer estava com Juan Mata, Alexis Sánchez, Paul Pogba e mais 7 jogadores sem condições de entrar em campo contra o PSG. Do lado do clube francês, o principal desfalque era o brasileiro Neymar, que ainda se recupera de lesão. Além dele, Cavani também não estava com condições de jogar os 90 minutos.

O começo do jogo já mostrava que a partida teria muita emoção. Em um vacilo da zaga do PSG, o belga Romero Lukaku roubou a bola, e conseguiu driblar o goleiro italiano Buffon. O camisa 9 do United empurrou a redonda para o fundo das redes, abrindo o placar logo aos 2 minutos de bola rolando. Felizmente o Paris Saint-Germain reagiu rapidamente, e aos 12 conseguiu empatar com Juan Bernat.

Lukaku – Ververidis Vasilis / Shutterstock.com

Aos 30 minutos Buffon roubou a cena, mas não de uma forma positiva. Porque o goleiro do PSG acabou dando rebote em um chute de fora da área do United. Lukaku, que é um atacante bem oportunista, estava no lugar certo para pegar a bola, e balançar as redes do clube francês pela segunda vez na partida. E o primeiro tempo acabava com vitória parcial do Manchester, e reservava ainda mais emoção para a etapa complementar.

A conclusão do jogo teria ainda mais emoção. Pois aos 45 da segunda etapa o árbitro da partida consultou o VAR. E o motivo foi um possível pênalti a favor do United, o qual foi confirmado. Por fim, saiu dos pés de Rashford, em cobrança de penalidade, o gol da classificação do Manchester. Enfim, restou ao PSG focar em suas outras competições, porque sua participação na Liga dos Campeões encerrou.

Solskjaer ganha fôlego no comando do Manchester

A saída de Jose Mourinho fez com que o Manchester United promovesse Solskjaer para o cargo de treinador. Mas esse seria um passo temporário. Porém, aparentemente, está cada vez mais definitivo. O técnico norueguês conseguiu reerguer a confiança dos jogadores. E outro ponto a seu favor é o fato de ter conquistado resultados importantíssimos para o clube inglês.

Considerado uma das maiores estrelas da história do Manchester, Rio Ferdinand comentou o resultado. Mas muito além de comentar, fez questão de revelar o que esperava da partida: “Eu não tinha confiança nesses garotos para conseguir isso, 10 garotos soltos, não imaginava que o resultado seria assim considerando como o PSG jogou na partida de ida.” – disse o ex-jogador.

Por fim, Ferdinand comentou a situação de Solskjaer, e seu futuro no cargo do United. “Eu disse isso antes do jogo, que o resultado em Paris não afetaria o futuro dele no Manchester, mas esse resultado certamente acaba com o debate.” – finalizou o ex-atleta. Portanto, o comandante norueguês tem total condição de conquistar a Liga dos Campeões 2019, principalmente depois dessa apresentação excelente contra o PSG.