Próximos confrontos do Brasil sub-20 estão agendados

Ao longo da próxima semana a seleção brasileira sub-20 dará início aos confrontos da Rodada Final do campeonato Sul-Americano. A primeira partida será contra a Colômbia na terça-feira (29). Depois o Brasil enfrenta a Venezuela, Uruguai, Equador e Argentina. A última sessão de jogos do campeonato da América do Sul terá fim no dia 10 de fevereiro.

Seleção tenta quebrar jejum de 8 anos

O campeonato Sul-Americano Sub-20 teve início em 1954. Naquele ano, o Uruguai foi o primeiro campeão da competição. E conseguiu seu tricampeonato logo nas três primeiras edições. Posteriormente, em 1967, foi a vez da Argentina ser a grande campeã. O Brasil só teve seu primeiro título em 1974, quando venceu os argentinos na semi-final, e os uruguaios na grande final.

O segundo dos títulos da seleção brasileira sub-20 só veio em 1983, 9 anos depois. A partir daí, o Brasil ganhou mais nove taças Sul-Americanas. Atualmente, os brasileiros possuem o maior número de vitórias desse campeonato. São 11 no total, contra 8 dos uruguaios. A Argentina tem 5, Colômbia 3, e o Paraguai tem apenas 1. Esse retrospecto é positivo para o time de Carlos Amadeu.

Futuro da seleção está em jogo

Resta saber se o Brasil conseguirá manter o seu bom histórico na edição de 2019. A seleção tem um bom elenco, mas ainda precisa melhorar para poder ter chances de ser campeã. Até o momento, a vitória sobre os venezuelanos, e o último triunfo contra a Bolívia, não foram suficientes para certificar que os brasileiros realmente são competidores a serem vencidos pelos adversários.

Muito além da conquista do título sul-americano, o técnico Carlos Amadeu também está de olho no próximo Mundial. A próxima Copa do Mundo sub-20 será realizada na Polônia, e o campeonato atual será decisivo para que o Brasil consiga garantir a sua posição. Por isso a competição é tão importante para o futuro dos brasileiros, e a consolidação de um futuro promissor.

Amadeu ainda procura o time ideal

Está visível que Carlos Amadeu ainda não encontrou o time ideal para o Brasil. A seleção teve alterações em todos os jogos que disputou até o momento. Apesar de ter feito dois gols importantíssimos para os brasileiros contra a Venezuela, Rodrygo não mantém um equilíbrio em suas apresentações. E não é só no ataque que o técnico está buscando maneiras de ter mais poder em campo.

O meio é outra preocupação. Amadeu testou Menino, Igor, e Ramirez foram as tentativas. Menino trabalhava com mais marcação dos adversários. Já Igor trouxe um pouco mais de criatividade para o setor, e deu boas chances aos atacantes. E por fim, Ramirez, acabou conquistando um pouco mais de mobilidade. Mas sem trazer resultados significativos para o controle de bola.

A lateral esquerda é outra posição que preocupa o técnico brasileiro. Isso porque ele tem duas opções muito diferentes, e não um meio termo. A primeira delas é Luan, atleta do Palmeiras. O palmeirense possui maior pode ofensivo quando comparado ao seu concorrente, Carlos. O corintiano, por sua vez, optou por não ir tanto ao ataque, mas ao mesmo tempo auxiliou diretamente a defesa.

Mesmo com muitas tentativas pelo lado direito contra a Bolívia, o Brasil não conseguiu encaixar uma jogada forte. A velocidade era visível, mas faltou um bom passe, e calma para as jogadas se concretizarem. Tanto Cipriano, quanto Tetê, e Toró são rápidos, mas aparentemente falta maior tranquilidade, e uma boa sinergia com os outros atletas para criarem boas chances de gol.

Se as laterais e o meio campo são dúvida para Amadeu, a defesa é um lado de se orgulhar. Até o momento, o Brasil sub-20 levou apenas dois gols. Phelipe, Vitão e Walce estão conseguindo impedir os adversários de criarem jogadas de perigo. E Amadeu certamente tem isso como um ponto importantíssimo para manter a tranquilidade do elenco em campo para os desafios.

Os próximos jogos da seleção brasileira sub-20 são:

  • Brasil e Colômbia ao vivo – terça-feira (29) às 18 horas e 30 minutos;
  • Brasil e Venezuela ao vivo – sexta-feira (1) às 23 horas e 10 minutos;
  • Brasil e Uruguai ao vivo – segunda-feira (4) às 18 horas e 30 minutos;
  • Brasil e Equador ao vivo – quinta-feira (7) às 20 horas e 50 minutos;
  • Brasil e Argentina ao vivo – domingo (10) às 20 horas e 50 minutos.

O futuro da seleção está em jogo. E certamente uma conquista do sul-americano traria não só boas expectativas para as próximas competições do elenco atual, como também alívio para quem pretende ver o Brasil muitas vezes campeão do mundo. Afinal, o elenco sub-20 possui grandes chances de um dia estar no plantel principal de jogadores com a camisa amarela.